Imagem 720*435
DATA
26/10/2016 10:54:28
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS

Miguel Guimarães defende que direções clínicas devem ser eleitas por médicos

O candidato a bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, defendeu ontem que as direções clínicas das unidades de saúde devem ser eleitas diretamente pelos médicos e não por nomeação administrativa.

“De acordo com o candidato, quer os diretores clínicos das unidades hospitalares, quer os presidentes dos Conselhos Clínicos e da Saúde dos ACES [Agrupamentos de Centros de Saúde] devem ser eleitos pelos próprios colegas de trabalho”, referiu em comunicado a candidatura de Miguel Guimarães.

O candidato, e presidente do Conselho Regional do Norte da Ordem dos Médicos, considera que “esta é uma medida necessária para que as direções clínicas sejam mais autónomas e independentes face aos Conselhos de Administração, dando prioridade às decisões de caráter técnico em detrimento dos critérios administrativos ou burocráticos”.

A proposta, que será incorporada no programa final de Miguel Guimarães e apresentada ao Ministério da Saúde, é divulgada na véspera da sua participação na conferência promovida pela Associação Portuguesa de Engenharia e Gestão da Saúde (APEG Saúde) relativa ao tema “Compromisso e Responsabilidade na Direção Clínica”.

A conferência, que decorre hoje em Lisboa irá reunir os atuais três candidatos a bastonário da Ordem dos Médicos – Álvaro Beleza, Jorge Torgal e Miguel Guimarães – nas eleições que se realizam em janeiro.

You've got mail! - quando um aumento da acessibilidade não significa melhoria da acessibilidade
Editorial | António Luz Pereira, Direção da APMGF
You've got mail! - quando um aumento da acessibilidade não significa melhoria da acessibilidade

No ano de 2021, foram realizadas 36 milhões de consultas médicas nos cuidados de saúde primários, mais 10,7% do que em 2020 e mais 14,2% do que em 2019. Ou seja, aproximadamente, a cada segundo foi realizada uma consulta médica.