Os idosos e a pandemia: Distanciamento físico vs. isolamento social
DATA
07/10/2020 11:03:35
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS


Os idosos e a pandemia: Distanciamento físico vs. isolamento social
A Covid-19 foi declarada pela Organização Mundial da Saúde como pandemia internacional no dia 11 março de 2020, e desde então que, em Portugal, como aliás no mundo, se fizeram sentir grandes mudanças.

Os serviços de saúde reajustaram-se, e o nosso dia-a-dia, no geral, também. As expressões na ordem do dia passaram a ser: lavagem das mãos, regras de etiqueta respiratória, uso de máscara e o distanciamento físico. Os próximos meses serão, provavelmente, um enorme desafio. É expectável que haja um aumento das infeções respiratórias, mas este ano com um novo diagnóstico possível: a Covid-19. Assim, as medidas acima descritas continuarão a ser uma arma universal. Os idosos, pelos riscos que lhes são inerentes, têm sido uma população em que muito se reforça a importância destas medidas de prevenção.

Porém, devemos pensar em algumas questões. Estará o distanciamento físico a transformar-se em isolamento social, particularmente nos idosos? Quais serão as consequências, a curto e longo prazo, deste distanciamento/isolamento social? Que medidas podemos tomar para minorar as consequências do isolamento social nos idosos?

O isolamento social é preocupante nos idosos, no geral, mas mais ainda em algumas situações de maior vulnerabilidade, como os idosos que vivem sozinhos, com escasso suporte familiar, cujos contactos se faziam nos centros de dia ou com a visita de voluntários, que agora foram interrompidas. Na prática clínica, temos reconhecido situações em que o distanciamento físico deu lugar ao isolamento social e testemunhamos os seus efeitos: consequências físicas e mentais importantes.

Neste sentido, penso que é urgente identificarmos medidas que possam minorar o isolamento social no contexto atual. As tecnologias têm tido um papel muito relevante e penso que continuarão a ser uma importante ferramenta. Por um lado, permitindo o contacto regular com a família e amigos, diminuindo a solidão e aumentando o bem-estar dos idosos. Por outro lado, como ferramenta de teleconsulta, permitindo o contato médico-doente, ainda que em condições que possam não ser consideradas as ideais. No entanto, não podemos esquecer as grandes disparidades que existem no acesso e capacidade de utilização destas ferramentas. Por isso, apesar de ser sem dúvida uma ferramenta poderosa, pode não ser a resposta ideal para todos os indivíduos e devemos ter a capacidade de individualizar as medidas a tomar, particularmente no que diz respeito aos cuidados de saúde.

Olhamos para esta “nova” realidade já com alguns meses de experiência e acho que devemos usá-la sabiamente face aos próximos meses que se prevê serem desafiantes.  De uma forma geral, penso que se trata de equilíbrio: o distanciamento físico continuará a ser uma medida importante para diminuir o contágio, mas devemos evitar que este se transforme, ou potencie, o isolamento social, particularmente na população vulnerável dos idosos. Trata-se de promover o distanciamento físico, mas também de promover a aproximação social. 

Referências bibliográficas:

- Armitage R, Nellums LB. COVID-19 and the consequences of isolating elderly. Lancet Public Health. 2020; 5(5):e256

- Direção-Geral da Saúde. COVID-19: FASE DE MITIGAÇÃO. Abordagem do Doente com Suspeita ou Infeção por SARS-CoV-2. Norma nº 004/2020 de 23/03/2020, atualizada a 31/08/2020

O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Editorial | Jornal Médico
O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. Encontrar uma nova visão e adotar uma nova estratégia útil na nossa prática clínica quotidiana. Valorizar as unidades de saúde por estarem a dar as respostas adequadas e seguras é o mínimo que se exige, mas é urgente e inevitável um plano de investimento nos centros de saúde do Serviço Nacional de Saúde.

Mais lidas