O mundo mudou… E BIAL reforça o seu compromisso na área respiratória
DATA
07/06/2021 10:51:54
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



O mundo mudou… E BIAL reforça o seu compromisso na área respiratória

O mundo mudou… A forma como trabalhamos, como aprendemos, como nos relacionamos, como vivemos os momentos de lazer… E esta grande mudança testou a nossa adaptabilidade e a nossa resiliência!

Também na indústria farmacêutica vários novos desafios foram surgindo, ao longo deste último ano. Mas cada desafio veio sempre acompanhado de novas oportunidades. Oportunidades de continuar a pôr em prática a missão e os valores de BIAL. Numa altura de mudança, é tempo de reforçar o nosso compromisso com toda a comunidade. Não apenas com a comunidade médica, mas com toda a comunidade.

Ao longo de tantos anos de trabalho na área respiratória, temos estado presentes junto das pessoas, na prevenção primária, alertando para a necessidade de adotar estilos de vida saudáveis. Temos estado junto das pessoas e das associações de doentes, com grande foco na consciencialização da doença e na importância que isso tem para o maior controlo da mesma. Temos sido parceiros das principais sociedades médicas, apoiando este seu trabalho de consciencialização junto da população.

E temos estado ao lado dos médicos. Mais do que em frente ao médico, temos procurado estar ao seu lado. No apoio à educação médica, na transmissão de informação científica relevante e credível que apoie a sua prática clínica, no apoio aos projetos desenvolvidos pelas Sociedades médicas, entre outros.

O mundo mudou… Mas o nosso propósito é o mesmo!

George Bernard Shaw disse que o progresso é impossível sem mudança. Este é um momento de viragem. É tempo de refletir e de recolher os ensinamentos que tivemos ao longo deste ano. É tempo de ir cada vez mais ao encontro das necessidades dos doentes e dos médicos.

A transformação digital permitiu que várias janelas se abrissem. Nunca substituindo a riqueza do contacto presencial, permitiu explorar outras formas de contacto. Permitiu continuar a estar junto do médico, com informação científica relevante e atualizada. E permitiu entreabrir a porta do multichannel e do omnichannel – sempre com o objetivo de ir ao encontro das necessidades dos médicos.

O mundo mudou… E a transformação digital acelerou!

Mas, numa altura de retoma progressiva da atividade presencial, voltamos a poder olhar diretamente nos olhos. Voltamos a “sentir”. E deixamos sair novamente a empatia que fica necessariamente envergonhada atrás de um ecrã.

O mundo mudou… Mas a qualidade do contacto presencial não.

De hoje em diante, com tudo o que permanece e também com as mudanças que esta “nova normalidade” trouxe à vida de todos, o compromisso de BIAL na área respiratória sairá reforçado.

MGF 2020-30: Desafios e oportunidades
Editorial | Gil Correia
MGF 2020-30: Desafios e oportunidades

Em março de 2020 vivemos a ilusão de que algumas semanas de confinamento nos libertariam para um futuro sem Covid-19. No resto do ano acreditámos que em 2021 a realidade voltaria. Mas, por definição, a crise é uma mudança de paradigma. O normal mudou. Importa que a Medicina Geral e Familiar se adapte e aproveite as oportunidades criadas. A Telemedicina, a desburocratização e um ambiente de informação, amigável flexível e unificado são áreas que me parecem fulcrais na projeção da MGF no futuro.

Mais lidas