quarta-feira, 15 julho 2020 15:23

Capacitar os Serviços de Saúde Pública

Terminados os exames final de Internato, a Saúde Pública | Portugal tem mais 26 novos especialistas em Saúde Pública, a que se irá juntar mais um conjunto significativo até ao final do ano.

Published in Opinião

O Plano de Estabilização Económica e Social apresentado pelo XXII Governo no passado dia 4 de junho de 2020, como resposta aos desafios da resposta a Pandemia apresenta no eixo Social, logo como primeira medida o Reforço do Serviço Nacional de Saúde (SNS), dividido  em três pontos:  recuperação da atividade assistencial, com programas de incentivos financeiros, para dar resposta a um período prolongado de parco atendimento e resposta dos serviços de saúde, principalmente os hospitalares e também os de Medicina Geral e Familiar (MGF) – espero que também tenham direito aos incentivos! –; o reforço da resposta em medicina intensiva também dita unidades de cuidados intensivos promovendo a diferenciação das camas disponíveis nos hospitais do SNS justificado pelo baixo índice de oferta de camas mais especializadas comparativamente aos restantes países europeus e à expetável complexidade dos doentes no futuro próximo, e, uma valorização da Saúde Pública, focado na vigilância epidemiológica com um ajuste de remuneração aos seus profissionais.

Published in Opinião
COVID e não-COVID: Investimentos para resolver novos e velhos problemas
Editorial | Rui Nogueira, Médico de Família e presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar
COVID e não-COVID: Investimentos para resolver novos e velhos problemas

Acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. O estado de emergência terminou e o estado de calamidade passou, mas o problema de saúde mantem-se ativo. É urgente encontrar uma visão inovadora e adotar uma nova estratégia. As unidades de saúde precisam de encontrar respostas adequadas e seguras.

Mais lidas