quarta-feira, 18 novembro 2020 15:06

“Temos que democratizar a espirometria”

O presidente da Fundação Portuguesa do Pulmão, José Alves, alerta para a necessidade urgente de democratizar a espirometria, por forma a melhor e mais precocemente diagnosticar a Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica. Por ocasião do Dia Mundial da DPOC, que se assinala a 18 de novembro, o pneumologista partilhou com o Jornal Médico alguns números sobre esta doença crónica, que é ainda subdiagnosticada e que diminui a qualidade de vida dos doentes.

Published in Entrevistas

Num período em que Portugal pode estar a enfrentar uma segunda vaga de Covid-19, a Fundação Portuguesa do Pulmão (FPP), em parceria com o Hospital de Santa Maria - Porto, lança uma campanha de oferta de vacinas conta a doença pneumocócica, com o objetivo de reforçar a imunidade nos grupos de risco. Esta Bolsa de Vacinas foi criada para apoiar quem está mais fragilizado perante a doença. 

Published in Atualidade
A Fundação Portuguesa do Pulmão [FPP] apelou hoje, em comunicado, a que as autoridades de Saúde tornem obrigatório o uso de máscara facial de proteção nos espaços públicos exteriores “sempre que o distanciamento social de dois metros não esteja indiscutivelmente assegurado”.
Published in Atualidade

A Fundação Portuguesa do Pulmão alerta para a necessidade de se reforçarem, a breve trecho, as medidas de combate à infeção pelo SARS-CoV-2 e pelo influenza, justificando que “não se apresenta consolidada, nem em Portugal, nem a nível mundial, a situação epidemiológica da pandemia de Covid-19, sendo expetável um aumento significativo do número de casos de infeção pelo SARS-CoV-2, na sequência da época fria que se aproxima e da nova fase da vida social, com o início da escolaridade e a abertura de outras atividades”.

Published in Atualidade

A Fundação Portuguesa do Pulmão (FPP) defende a extensão do uso obrigatório de máscara a todos os lugares públicos, mesmo que exteriores, para combater a pandemia de Covid-19, e aconselha “vivamente” as autoridades de saúde a tomar esta medida.

Published in Atualidade

A Fundação Portuguesa do Pulmão (FPP) alerta que o tempo decorrido entre o início dos sintomas e a primeira consulta com um médico assistente, no caso do cancro do pulmão, é de quatro a 10 meses e sublinha a importância de se alterar este quadro.

Published in Atualidade
sexta-feira, 24 abril 2020 09:44

Vacine(-se)

A evidência não é de hoje, mas tem-se acentuado nas últimas semanas: grupos de risco como pessoas a partir dos 65 anos e quem, independentemente da idade, sofre de doenças crónicas, devem ser protegidos.

Published in Opinião

Proibir fumar nicotina em todos os locais fechados, multar o “prevaricador” que fume em sítios proibidos, aumentar “exponencialmente” o preço do tabaco e comparticipar as drogas para desabituação tabágica são medidas hoje defendidas pela Fundação Portuguesa do Pulmão (FPP).

Published in Atualidade
Pág. 1 de 2
A mudança necessária
Editorial | Jornal Médico
A mudança necessária

Os últimos meses foram vividos por todos nós num contexto absolutamente anormal e inusitado.

Atravessamos tempos difíceis, onde a nossa resistência é colocada à prova em cada dia, realidade que é ainda mais vincada no caso dos médicos e restantes profissionais de saúde. Neste âmbito, os médicos de família merecem certamente uma palavra de especial apreço e reconhecimento, dado o papel absolutamente preponderante que têm vindo a desempenhar no combate à pandemia Covid-19: a esmagadora maioria dos doentes e casos suspeitos está connosco e é seguida por nós.

Mais lidas