1 Escolhi fazer estágio de dermatologia pouco depois de ter a minha primeira referenciação à especialidade recusada. Como muitos internos de Medicina Geral e Familiar (MGF) pretendi estudar com mais atenção esta área, para treinar os meus olhos e expandir as minhas escolhas terapêuticas, ganhar mais autonomia e ter que abrir menos vezes o Alert. Nas faculdades o tempo dedicado ao maior órgão do corpo cabe todo no “quarto de hora académico” e durante o internato geral, entre empurrar papeis nas enfermarias ou fazer urgências, só se olhava para umas borbulhas nas consultas de MGF. Tinha que aprender mais.

Published in Opinião
O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Editorial | Jornal Médico
O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. Encontrar uma nova visão e adotar uma nova estratégia útil na nossa prática clínica quotidiana. Valorizar as unidades de saúde por estarem a dar as respostas adequadas e seguras é o mínimo que se exige, mas é urgente e inevitável um plano de investimento nos centros de saúde do Serviço Nacional de Saúde.

Mais lidas