A herança da direção executiva

09 Mai 2024

Rui Cernadas,

“O novo governo fica com um sarilho que não comprou e o SNS entalado por uma pretensa vantagem teórica de um espírito reformista que deixa mais dúvidas do que certezas, designadamente em matérias como a igualdade e acessibilidade, a eficiência produtiva, a qualidade de serviço, a capacidade de obtenção e atracção de recursos humanos, o financiamento e o desempenho financeiro e económico”. Leia o artigo de opinião de Rui Cernadas, na sua crónica mensal habitual.

Por favor faça login ou registe-se para aceder a este conteúdo