Displaying items by tag: Adalberto Campos Fernandes

O ministro da Saúde revelou, hoje, que o Governo terá condições para decidir sobre a mudança do Infarmed para o Porto "a curto prazo".

Published in Atualidade

O ex-dirigente do Bloco de Esquerda (BE), João Semedo, morreu hoje, aos 67 anos, vítima de cancro nas cordas vocais. O ministro da Saúde recordou o médico como “um homem sério e bom, dedicado à causa pública”.

Published in Atualidade

O ministro da Saúde disse, hoje, que a adaptação dos hospitais às 35 horas de trabalho semanais está a decorrer, garantindo que, até ao final do mês de julho, esta primeira fase estará “ajustada e estabilizada”.

Published in Atualidade

O bastonário da Ordem dos Médicos (OM) exigiu, hoje, que o ministro da Saúde fizesse um pedido de desculpa aos profissionais da Urgência do Hospital de São José, Lisboa, que pediram a demissão, garantindo que a carta foi assinada por 16 chefes de serviço.

Published in Atualidade
terça-feira, 10 julho 2018 10:16

Ministro rejeita alarmismo em torno do SNS

O ministro da Saúde criticou o “empolamento sistemático de situações pontuais” no setor, afirmando que o alarmismo em torno das questões do Serviço Nacional de Saúde (SNS) oculta a realidade do país.

Published in Atualidade

O ministro da Saúde afirmou que 98% das 21 mil camas existentes no Serviço Nacional de Saúde (SNS) não registaram qualquer instabilidade com a passagem às 35 horas de trabalho semanais.

Published in Atualidade

O ministro da Saúde congratulou-se, hoje, com o facto de Portugal integrar o grupo restrito de países que atingiu, pela primeira vez, duas das três metas do Programa Conjunto das Nações Unidas para o VIH/SIDA – ONUSIDA.

Published in Atualidade

O ministro da Saúde remeteu para o outono a eventual contratação de mais profissionais de saúde para suprir a passagem às 35 horas semanais, admitindo que não será possível contratar, este ano, o número desejável de trabalhadores.

Published in Atualidade
Pág. 3 de 30
Urgências no SNS – só empurrar o problema não o resolve
Editorial | Gil Correia
Urgências no SNS – só empurrar o problema não o resolve

É quase esquizofrénico no mesmo mês em que se discute a carência de Médicos de Família no SNS empurrar, por decreto, os doentes que recorrem aos Serviços de Urgência (SU) hospitalares para os Centros de Saúde. A resolução do problema das urgências em Portugal passa necessariamente pelo repensar do sistema, do acesso e de formas inteligentes e eficientes de garantir os cuidados na medida e tempo de quem deles necessita. Os Cuidados de Saúde Primários têm aqui, naturalmente, um papel fundamental.