Displaying items by tag: Bial

Farmacêutica portuguesa estabelece parceria de licenciamento exclusivo com a norte-americana Sunovion, que abre as portas à comercialização do medicamento para a doença de Parkinson na União Europeia (UE), Espaço Económico Europeu (EEE) e no Reino Unido.

Published in Terapêutica

A empresa farmacêutica BIAL desenvolveu uma nova área no site “Keep it ON”, dedicado à doença de Parkinson, que tem como objetivo apoiar as pessoas que padecem desta patologia.

Published in Atualidade

A BIAL, farmacêutica portuguesa, vai organizar o simpósio “Da mudança de paradigma da diabetes da ICFEr à prática clínica”, no dia 11 de março, no 17.º Congresso Português de Diabetes.

Published in Atualidade

O gestor António Horta-Osório vai ser o novo presidente do Conselho de Administração da farmacêutica Bial a partir de abril, depois de deixar a presidência executiva do banco Lloyds, substituindo Luís Portela no cargo.

Published in Atualidade
No dia 10 de dezembro, às 21h00, decorrerá um evento virtual de formação médica nas áreas da diabetes e insuficiência cardíaca com fração de ejeção reduzida, intitulado “O Paradigma da Diabetes e da Insuficiência Cardíaca está a mudar”.
Published in Atualidade

De modo a celebrar o seu 25º aniversário, a farmacêutica BIAL organizou uma exposição intitulada ‘Fundação BIAL – 25 Anos’, que esteve desde outubro de 2019 em exibição em várias faculdades e institutos médicos portugueses, e que agora se encontra disponível online.

Published in Atualidade

A Bial criou uma filial nos EUA para desenvolvimento de terapias para a doença de Parkinson e comprou os projetos de investigação nesta área à norte-americana Lysosomal Therapeutics, num investimento estimado até 130 milhões de dólares, foi hoje anunciado.

Published in Terapêutica
Tagged under

O Ongentys – fármaco desenvolvido e fabricado por Bial para o tratamento da doença de Parkinson – já começou a ser comercializado nos mercados norte-americano e japonês.

Published in Terapêutica
Pág. 1 de 8
Urgências no SNS – só empurrar o problema não o resolve
Editorial | Gil Correia
Urgências no SNS – só empurrar o problema não o resolve

É quase esquizofrénico no mesmo mês em que se discute a carência de Médicos de Família no SNS empurrar, por decreto, os doentes que recorrem aos Serviços de Urgência (SU) hospitalares para os Centros de Saúde. A resolução do problema das urgências em Portugal passa necessariamente pelo repensar do sistema, do acesso e de formas inteligentes e eficientes de garantir os cuidados na medida e tempo de quem deles necessita. Os Cuidados de Saúde Primários têm aqui, naturalmente, um papel fundamental.