Displaying items by tag: Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga

O Colégio da Especialidade de Pneumologia da Ordem dos Médicos (OM) atribuiu idoneidade formativa ao serviço de Pneumologia do Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga (CHEDV).

Published in Atualidade
“O controlo da Pressão Arterial. Que há de novo?”. Esta foi a questão subjacente à apresentação do cardiologista Fernando Pinto, assistente graduado sénior do Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga, no simpósio virtual promovido pela Tecnimede durante o 15.º Congresso Português de Hipertensão e Risco Cardiovascular Global. Na resposta ao tema proposto, foram exploradas as perspetivas atuais para otimizar o controlo da pressão arterial.
Published in Atualidade

A Unidade de Cirurgia de Ambulatório (UCA) de S. João da Madeira do Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga (CHEDV) realizou até agosto deste ano um total de 3.341 intervenções em cirurgia de ambulatório, o que representa mais 4% do que as realizadas em igual período no ano anterior (3.210).

Published in Atualidade

O projeto – Grupo à família, aprendizagem de novas estratégias e partilha de experiências será desenvolvido por enfermeiras especialistas em Saúde Materna e Obstetrícia e consistirá na realização de ações de formação e disponibilização de tempo presencial, que permitam promover a saúde, esclarecimento de dúvidas e capacitação do público-alvo de cuidados, as mulheres, pertencentes à área abrangente do Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga.

Published in Atualidade

Este ano, assinalam-se os 20 anos do Hospital de São Sebastião, em Santa Maria da Feira, que iniciou funções a 4 de janeiro em 1999, tendo sido dotado de um estatuto jurídico que consagrava um modelo de gestão próprio. Trata-se da primeira experiência de gestão empresarial no conjunto de hospitais do Serviço Nacional de Saúde.

Published in Atualidade

Hospital_generico

O Ministério da Saúde reconheceu mais hospitais como centros de referências para as áreas do cancro do reto, do hepatobilio/pancreático e do esófago, as doenças hereditárias do metabolismo e o transplante de rim e do coração (em adultos). O objetivo desta classificação é o de “retomar e dar um novo impulso ao processo de reconhecimento pelo Ministério da Saúde” nos centros de referência.

Foi ainda durante o mandato de Paulo Macedo que foram divulgados os primeiros centros de referência, criados para as áreas da epilepsia refratária, da onco-oftalmologia, da paramiloidose familiar, do transplante pulmonar, do transplante do pâncreas e do transplante hepático.

No despacho em questão são indicados os centros de referência para as áreas de oncologia de adultos (cancro do reto, cancro hepatobilio/pancreático e cancro do esófago), doenças hereditárias do metabolismo, transplante de rim e de coração (adultos).

Na área de oncologia de adultos (cancro do reto) foram reconhecidos o Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga, o Hospital Professor Doutor Fernando da Fonseca, a Sociedade Gestora do Hospital de Loures (Hospital Beatriz Ângelo) e o Centro Hospitalar de Leiria.

O cancro do esófago passa a ter como centro de referência o Centro Hospitalar do Porto. Na área de doenças hereditárias do metabolismo foi reconhecido o Centro Hospitalar de Lisboa Central.

Na área do transplante do rim (adultos) foi destacado o Centro Hospitalar de Lisboa Norte; na área do transplante do coração passou a ser centro de referência o Centro Hospitalar de Lisboa Central, o Centro Hospitalar de São João e o Centro Hospitalar de Lisboa Ocidental.

Published in Mundo

calendário

Data: De 3 a 4 de Julho

Local: Fundação Cupertino de Miranda, Porto

A cidade do Porto vai receber o Porto Hip Meeting 2015 - III Jornadas do Serviço de Ortopedia do CHEDV, presididas pelo Dr. António Miranda, a 3 e 4 de Julho.

Trata-se de um encontro organizado pela Unidade da Anca e Serviço de Ortopedia do Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga (CHEDV), que terá lugar na Fundação Cupertino de Miranda.

programa preliminar e outras informações estão disponíveis no site do evento.

Secretariado:
Célia Silva
+351 912287914
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Published in Agenda (expirada)
Urgências no SNS – só empurrar o problema não o resolve
Editorial | Gil Correia
Urgências no SNS – só empurrar o problema não o resolve

É quase esquizofrénico no mesmo mês em que se discute a carência de Médicos de Família no SNS empurrar, por decreto, os doentes que recorrem aos Serviços de Urgência (SU) hospitalares para os Centros de Saúde. A resolução do problema das urgências em Portugal passa necessariamente pelo repensar do sistema, do acesso e de formas inteligentes e eficientes de garantir os cuidados na medida e tempo de quem deles necessita. Os Cuidados de Saúde Primários têm aqui, naturalmente, um papel fundamental.