Displaying items by tag: INSA

O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) aponta uma redução da taxa de incidência da síndrome gripal para 19,9 por cada 100.00 habitantes, numa tendência crescente.

Published in Atualidade
Tagged under

O investigador João Paulo Gomes, do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA) é da opinião que a Organização Mundial de Saúde (OMS) deveria classificar a linhagem BA.2 da variante Ómicron do SARS-Cov-2 como preocupante, considerando o investigador que esta pode já ser dominante em Portugal.

Published in Atualidade
Tagged under

O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) não registou casos de infeção simultânea pelos vírus que provocam a gripe e a COVID-19, mas admitiu que estas situações ocorram, face ao previsível aumento da atividade gripal.

Published in Atualidade
Tagged under

Um estudo do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) mostrou que mais de metade dos produtos alimentares para crianças não cumpre todos os critérios nutricionais recomendados pela Organização Mundial de Saúde (OMS), especialmente por adição de açúcar ou adoçantes.

Published in Atualidade

O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) indicou que irá apresentar o cenário expectável sobre a prevalência da variante Ómicron em Portugal, que é atualmente de cerca de 10%.

Published in Atualidade

Portugal apresenta uma atividade gripal esporádica, com uma taxa de incidência de 10,1 casos por cada 100 mil habitantes, anunciou o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA).

Published in Atualidade

Portugal viu nascer, no primeiro semestre de 2021, cerca de 37.700 bebés, menos 4.400 relativamente ao período homólogo de 2020 e, além disso, o valor mais baixo registado nos últimos 30 anos, revelam dados do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA).

Published in Atualidade

O Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA) revelou que mais de 15% da população residente em Portugal tem anticorpos específicos contra o novo coronavírus, a maioria conferida por infeção, sendo nas regiões Norte, Lisboa e Vale do Tejo, Centro e Alentejo onde se observou uma maior seroprevalência.

Published in Atualidade
Tagged under
Pág. 1 de 9
Urgências no SNS – só empurrar o problema não o resolve
Editorial | Gil Correia
Urgências no SNS – só empurrar o problema não o resolve

É quase esquizofrénico no mesmo mês em que se discute a carência de Médicos de Família no SNS empurrar, por decreto, os doentes que recorrem aos Serviços de Urgência (SU) hospitalares para os Centros de Saúde. A resolução do problema das urgências em Portugal passa necessariamente pelo repensar do sistema, do acesso e de formas inteligentes e eficientes de garantir os cuidados na medida e tempo de quem deles necessita. Os Cuidados de Saúde Primários têm aqui, naturalmente, um papel fundamental.