Displaying items by tag: Infarmed

O Infarmed alertou as autoridades hospitalares para a necessidade da “utilização criteriosa” das reservas de sangue, lembrando que a pandemia está a ter efeitos na atividade de colheita de plasma humano a nível global.
Published in Atualidade
A Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed) disponibilizou no seu portal na Internet uma área com informações atualizadas sobre as vacinas contra a covid-19, anunciou hoje o organismo.
Published in Atualidade
Tagged under

Realiza-se hoje, às 15h, a sessão pública de apresentação do Plano de Vacinação de Combate à Covid-19.

Published in Atualidade

No passado mês de maio, a farmacêutica portuguesa Bristol-Myers Squibb chegou a acordo com a Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde (INFARMED), para financiamento do Opdivo (nivolumab), no tratamento adjuvante do melanoma em doentes com envolvimento de gânglios linfáticos, que tenham sido sujeitos de ressecção completa.

Published in Terapêutica

O Infarmed recebeu este ano mais de 10.600 notificações de reações adversas a medicamentos, a maioria (62,7%) das quais consideradas graves, segundo os dados a que a agência Lusa teve acesso.

Published in Atualidade

A comercialização do medicamento indicado para ansiedade e sintomas nervosos “Victan 2mg”, que estava indisponível desde julho, já foi reposta, anunciou a Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed).

Published in Terapêutica
A Agência Europeia do Medicamento (EMA) deu parecer favorável ao uso de dexametasona em doentes com Covid-19 que necessitem de suporte ventilatório, anunciou o Infarmed.
Published in Terapêutica
O presidente da Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed) assegura que nenhuma das vacinas para a covid-19 poderá ser disponibilizada sem ter sido sujeita a uma avaliação de segurança e eficácia.
Published in Atualidade
Pág. 3 de 25
É urgente desburocratizar os Cuidados de Saúde Primários
Editorial | Jornal Médico
É urgente desburocratizar os Cuidados de Saúde Primários

Neste momento os CSP encontram-se sobrecarregados de processos burocráticos inúteis, duplicados, desnecessários, que comprometem a relação médico-doente e que retiram tempo para a atividade assistencial.