UCB: EMA autoriza utilização de Cimzia durante gravidez e amamentação
DATA
29/01/2018 17:32:39
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS


UCB: EMA autoriza utilização de Cimzia durante gravidez e amamentação

A Agência Europeia do Medicamento (EMA) aprovou a utilização do Cimzia durante a gravidez e amamentação em mulheres que sofrem de doenças reumáticas inflamatórias crónicas.

De acordo com a UCB, esta autorização baseia-se nos resultados obtidos em estudos clínicos que demonstraram que a passagem deste medicamento através da placenta materna para o filho durante a gravidez, como também durante a amamentação, é mínima.

Com esta decisão, Cimzia torna-se o primeiro tratamento antiTNF a ter em conta em mulheres com artrite reumatoide, espondilartrite axial e artrite psoriática, tanto durante a sua gravidez como no período de amamentação.

“As mulheres em idade fértil com doenças reumáticas crónicas constituem uma população de doentes que necessitam de informação, aconselhamento e opções de tratamento em que possam confiar. Com frequência, as mulheres interrompem o seu tratamento antiTNF durante a gravidez, momento em que o controlo da doença é essencial para garantir uma melhor saúde materna e infantil. Cimzia é o único tratamento antiTNF disponível que demonstrou clinicamente uma passagem placentária mínima da mãe para o filho durante a gravidez”, segundo explicou o chefe do departamento de Reumatologia do Hospital Bicetre e professor da Universidade de Paris Sul, Xavier Mariette.

Na perspetiva do vice-presidente da Immunology Patient Value Unit da UCB, Emmanuel Caeymaex, esta alteração “é importante para muitas mulheres na Europa que necessitam de opções terapêuticas para controlar a sua doença reumática inflamatória crónica sem comprometer os seus planos de gravidez e amamentação”.

A aprovação da alteração do resumo das características do medicamento baseia-se nos dados obtidos nos estudos clínicos CRIB e CRADLE, assim como em dados próprios da UCB sobre os efeitos na gravidez. Os estudos incluíram mulheres com artrite reumatoide, artrite psoriática, espondilartrite axial e doença de Crohn.

Governação Clínica
Editorial | Joana Romeira Torres
Governação Clínica

O Serviço Nacional de Saúde em Portugal foi criado e cresceu numa matriz de gestão napoleónica, baseada numa forte regulamentação, hierarquização e subordinação ao poder executivo, tendo como objeto leis e regulamentos para reger a atividade de serviços públicos no geral, existindo ausência de regulamentação relativa à sua articulação com os serviços sociais e económicos.

Mais lidas