Roche entrega 60 mil euros a projetos que beneficiam doentes
DATA
04/05/2018 11:24:29
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



Roche entrega 60 mil euros a projetos que beneficiam doentes

No âmbito da iniciativa Bolsas de Cidadania Roche, e após serem selecionados os seis vencedores, foram atribuídos 60 mil euros a projetos que beneficiam doentes.

 

Trata-se de uma iniciativa que reconhece projetos e ideias de associações de doentes e outras Organizações Não Governamentais (ONG) que promovem a saúde e informação dos doentes.

A divulgação dos projetos escolhidos decorreu, no passado dia 2 de abril, numa cerimónia que contou com presença dos respetivos elementos do júri, sendo eles Maria de Belém Roseira (presidente da Comissão de Revisão da Lei de Bases da Saúde), Graça Freitas (diretora-geral da Saúde), Maria do Céu Machado (presidente do Infarmed), padre José Pereira de Almeida (coordenador nacional da Pastoral da Saúde), Henrique Luz Rodrigues (ex-presidente do Infarmed), Vera Lúcia Arreigoso (jornalista do Expresso) e Miguel Sanches (diretor Médico da Roche).

O apresentador Jorge Gabriel também esteve presente no evento e falou sobre a importância deste tipo de iniciativas, partilhando a sua experiência pessoal na área da cidadania.

O 1.º prémio, no valor de 20 mil euros, foi entregue à Associação Portuguesa de Hemofilia e Outras Coagulopatias Congénitas com o projeto “Ver o futuro”, destinado a jovens com hemofilia entre os 14 e 28 anos, e que visa criar uma rede de autoapoio, com o recurso das novas tecnologias, bem como ajudar esta faixa etária a encerar de forma saudável esta patologia crónica.

O 2.º prémio, no valor de 15 mil euros, foi atribuído à Alzheimer Portugal com a campanha “Amigos na Demência”, que tinha por objetivo aumentar a compreensão sobre a demência no País.

Já o 3.º prémio entregou 10 mil euros à Associação Desportiva Padel Sem Barreiras com o projeto “Padel Adaptado – Prática Desportiva para TODOS e sem Barreiras”, que procurou dinamizar a prática de padel a todos os portadores de deficiência motora e/ou intelectual.

Aos restantes prémios, no valor de cinco mil euros, foram atribuídos à Associação Portuguesa de doentes de Parkinson (4º prémio), à Fundação Rui Osório de Castro (5º prémio) e à Raríssimas – Associação Nacional de Deficiências Mentais e Raras.

Governação Clínica
Editorial | Joana Romeira Torres
Governação Clínica

O Serviço Nacional de Saúde em Portugal foi criado e cresceu numa matriz de gestão napoleónica, baseada numa forte regulamentação, hierarquização e subordinação ao poder executivo, tendo como objeto leis e regulamentos para reger a atividade de serviços públicos no geral, existindo ausência de regulamentação relativa à sua articulação com os serviços sociais e económicos.

Mais lidas