COVID-19: EMA inicia revisão contínua de medicamento
DATA
25/10/2021 15:33:04
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



COVID-19: EMA inicia revisão contínua de medicamento

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) anunciou uma revisão contínua de um medicamento oral do laboratório americano Merck para tratar a COVID-19 em adultos. A decisão do comité baseia-se em resultados preliminares de estudos laboratoriais e clínicos sugerindo que o medicamento pode reduzir a capacidade de o SARS-CoV-2 se multiplicar no corpo, impedindo assim a hospitalização ou morte em doentes com a doença.

“O comité de medicamentos para uso humano iniciou uma revisão contínua do molnupiravir, medicamento antiviral oral, desenvolvido pela Merck Sharp & Dohme em colaboração com a Ridgeback Biotherapeutics para o tratamento da COVID-19 em adultos”, esclareceu a EMA em comunicado.

Serão avaliados mais dados sobre a qualidade, segurança e eficácia do medicamento. A avaliação contínua procederá até que estejam disponíveis provas suficientes para que a empresa apresente um pedido formal de autorização de comercialização.

Nos estudos já feitos, quando administrado poucos dias após um teste positivo, o medicamento “reduz para metade o risco de hospitalização e morte”, de acordo com um ensaio clínico conduzido pela Merck.

A agência avaliará ainda a conformidade do molnupiravir com as normas habituais da União Europeia (UE) em matéria de eficácia, segurança e qualidade.

Governação Clínica
Editorial | Joana Romeira Torres
Governação Clínica

O Serviço Nacional de Saúde em Portugal foi criado e cresceu numa matriz de gestão napoleónica, baseada numa forte regulamentação, hierarquização e subordinação ao poder executivo, tendo como objeto leis e regulamentos para reger a atividade de serviços públicos no geral, existindo ausência de regulamentação relativa à sua articulação com os serviços sociais e económicos.

Mais lidas