Displaying items by tag: doença cardiaca

“Como tratar a diabetes no doente com evento cardiovascular prévio?” foi o tema abordado por João Sérgio Neves, no âmbito do Congresso Português de Cardiologia 2022, no contexto da sessão “Ciclo de Actualização - Módulo 2: Novas Perspetivas no Tratamento da Doença Coronária em 2022. Através de um caso clínico paradigmático, na palestra focou--se a abordagem terapêutica mais indicada ao doente diabético de elevado com doença cardiovascular e comorbilidades associadas, recorrendo uso dos inibidores SGLT2 e dos agonistas dos recetores GLP-1.

Published in Terapêutica
Tagged under

Copo vinho

A redução do consumo diário de álcool, mesmo quando é ligeiro, diminui os riscos de doença coronária, de pressão arterial elevada e ajuda a perder peso, indica um estudo hoje publicado no British Medical Journal.

Ao contrário dos conselhos que muitos médicos dão aos pacientes, de que um copo ou dois de bebidas alcoólicas por dia é bom para o coração, o estudo vai em sentido oposto e diz que essa medida "passa das marcas".

O estudo foi realizado por investigadores que tiveram por base 50 outros estudos publicados sobre hábitos de consumo de bebidas alcoólicas e a sua relação com a saúde em mais de 260 mil europeus.

Os investigadores prestaram especial atenção às pessoas que tinham uma variante de um gene chamado ADH1B, e correm menos riscos de alcoolismo.

O novo estudo apurou que os indivíduos com esta variante genética bebiam 17 por cento menos por semana e tinham 78 por cento menos probabilidades de ir bebendo ao longo do dia.

Paralelamente, mostravam um risco dez por cento mais baixo de doença coronária, e tinham a pressão arterial e índice de massa corporal mais baixos.

"Estes resultados sugerem que a redução do consumo de álcool, mesmo sendo o consumo diário baixo a moderado, é benéfico para a saúde cardíaca", conclui o estudo.

No entanto, o assunto não é consensual, visto que outros especialistas têm alertado para o facto de que os consumidores com a variante genética em causa podem ter outros factores de saúde que influenciem a diminuição dos riscos causados pela bebida.

Published in Mundo
Internato centrado na grelha de avaliação curricular: defeito ou virtude?
Editorial | Denise Cunha Velho
Internato centrado na grelha de avaliação curricular: defeito ou virtude?

Sou do tempo em que, na Zona Centro, não se conhecia a grelha de avaliação curricular, do exame final da especialidade. Cada Interno fazia o melhor que sabia e podia, com os conselhos dos seus orientadores e de internos de anos anteriores. Tive a sorte de ter uma orientadora muito dinâmica e que me deu espaço para desenvolver projectos e actividades que me mantiveram motivada, mas o verdadeiro foco sempre foi o de aprender a comunicar o melhor possível com as pessoas que nos procuram e a abordar correctamente os seus problemas. Se me perguntarem se gostaria de ter sabido melhor o que se esperava que fizesse durante os meus três anos de especialidade, responderei afirmativamente, contudo acho que temos vindo a caminhar para o outro extremo.